domingo, 24 de julho de 2011

Farsa dos empréstimos para pessoas com restrição

A procura por empréstimo com restrição no nome cresce a cada dia e aproveitando-se disto falsários estão usando a internet como meio de captar vítimas para caírem em suas arapucas que chamaremos de “Golpe do Empréstimo com Restrição no Nome”.

golpe do emprestimo1 Empréstimo com Restrição no NomeCom o aumento do endividamento e posteriormente a inadimplência por causa da má administração das finanças, dos cartões de crédito, cheque especial, por um problema de última hora que acarretou em despesas inesperadas, doenças na família, desemprego ou simplesmente a falta de dinheiro que alguns cidadãos têm enfrentado, está fomentando uma oportunidade imensa para uma classe de indivíduos pouco honestos, os golpistas do empréstimo com restrição no nome ou crédito fácil como restrição sem consulta.
Os motivos da busca por dinheiro emprestado de forma imediata nós já sabemos, em geral serve para quitar dívidas pendentes e já vencidas há tempos ou resolver de imediato alguma emergência ou despesa financeiras de última hora, são muitas as situações.
O que importa é que esses fatores têm levado muitas pessoas procurar alternativas de crédito para ficar longe dos juros altos cobrados pela maioria dos grandes bancos e financeiras, especialmente aqueles oriundos de crédito pessoal, cartões de crédito e cheque especial.
Valendo-se da situação alheia, diversos anúncios são divulgados por esses golpistas do empréstimo para chamar a atenção daqueles que pela necessidade acabam tentando a sorte, para não dizer azar. As propagandas oferecem juros baixíssimos, sem nenhum tipo de burocracia, aprovação do empréstimo imediata por telefone sem consulta a SPC e Serasa.
Alguns oferecem até pagamento da primeira parcela do empréstimo via boleto bancário para até sessenta dias, os valores emprestados chegam a meio milhão (R$ 500.000,00) para pagamento em até 120 meses com juros de 1,2%, é simplesmente inacreditável? Fala sério!
A descrição anterior é somente um décimo das vantagens oferecidas nos mais variados anúncios que os golpistas do empréstimo publicam em classificados da internet, classificados de jornais, panfletos distribuídos nas ruas e anúncios grátis e pagos e sites da internet, tudo com a intenção de atrair suas futuras vítimas.
Por mais incrível que pareça muitos se impressionam que essas propostas mirabolantes e milagrosas e a princípio a vítima faz um primeiro telefonema para a falsa instituição de crédito ou financeira. Mantido o primeiro contato a empresa solicita informações cadastrais e retorna logo em seguida para confirmar valores, prazos etc., dado algum tempo, ligam informando para a vítima que o empréstimo foi aprovado.
A surpresa está na necessidade de ter que efetuar um depósito antecipado de uma pequena quantia, geralmente de 5% a 10% do valor solicitado para que o dinheiro seja liberado. A pessoa acredita nos argumentos do impostor e faz o referido depósito do valor solicitado na conta de um suposto fiador, é ai que começa o desespero, o dinheiro jamais será liberado e ao tentar novo contato com os falsários da financeira normalmente irão ocorrer duas situações:
Primeiro – Os telefonemas não serão mais atendidos.
Segundo – O golpista explicará que houve alguma complicação para poder liberar o dinheiro e continuará solicitando mais depósitos complementares de pequenas quantias.
O desfecho da gang é ganhar tempo e a vítima só se dará conta em poucos dias ou até mesmo semanas que caiu nas mãos de falsários quando desativarem os telefones e sites na web sem deixar qualquer vestígio.
O pior nesta circunstância para a vítima que já estava em situação complicada, é saber que as possibilidades de recuperar a quantia depositada praticamente são inexistentes.
Os golpistas apesar de tentarem fazer uma farsa profissional, esbarram nas mesmas rotinas de estelionatários, exemplo: os números de telefone são adquiridos com documentos falsificados, os sites na internet são sempre diferentes com o mesmo conteúdo, utilizam contas correntes de laranjas, contas inativas ou novas contas são abertas com documentos em nome de pessoas desaparecidas, que já morreram ou até mesmo documentos enviados por faxes de pessoas que não concretizaram a operação com o depósito. Elaboram “Contratos de Concessão de Crédito” em nome de instituições financeiras conhecidas e de grande porte para demonstrarem aparentemente que existe credibilidade no negócio, porem erros de grafia e concordância são comuns.
Para não cair no golpe do empréstimo com restrição no nome ou crédito fácil como restrição sem consulta alguns cuidados devem ser tomados antes de contratar ou firmar algum negócio com empresas de crédito:
Acesse o Banco Central no 0800-992345 e peça informações sobre a suposta instituição e dados mais completos para saber se ela esta autorizada a conceder empréstimos;
Nunca deposite qualquer quantia em dinheiro antecipado para conseguir liberação de empréstimo. Se por acaso fizer, diga adeus ao seu dinheiro para sempre;
Não seja bobo, financeira não faz milagre, se perceber que o anúncio de empréstimo foge do padrão convencional oferecendo vantagens e condições miraculosas e com exagero, principalmente nos prazos e valores liberados sem ter que apresentar garantias ou consulta ao SPC e SERASA, desconfie.
Se você caiu no golpe do empréstimo com restrição no nome ou crédito fácil como restrição sem consulta, junte todo material publicitário físico e virtual que puder sobre a empresa farsante, itens como e-mails, faxes, correspondências, comprovantes de pagamento ou depósito bancário e faça um B.O, consulte de imediato um Advogado, Defensor Público, contate o Ministério Público ou PROCON da sua cidade para saber quais as medidas jurídicas cabíveis a serem aplicadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário